5 cuidados imprescindíveis com gatos idosos

0
53

A chegada da terceira idade é um evento importantíssimo na vida de nossos bichanos, assim como é para os seres humanos. Essa fase é, muitas vezes, acompanhada por receios por parte dos tutores, que temem perder seus grandes amigos e não sabem muito bem como proceder ao cuidar de gatos idosos.

Em primeiro lugar, é importante parar de enxergar a velhice como uma sentença de morte. Hoje, a expectativa de vida dos pets é muito alta e é possível viver bem e por muitos anos, mesmo após se tornar um gatinho idoso (a partir dos 8 anos de idade). Em segundo lugar, com os devidos cuidados, o animal pode viver com muita qualidade.

 A seguir, falaremos melhor sobre os principais, mostrando o que precisa ser feito para garantir a saúde de seu amiguinho. Vamos lá? Boa leitura!

1. Conheça e observe o gatinho com atenção

O primeiro passo para cuidar da saúde de gatos idosos é conhecer bem o comportamento do pet e observá-lo com muita atenção. Nessa fase, qualquer tipo de alteração comportamental pode indicar que algo está errado, mas muitas delas também podem apenas nos mostrar que nosso bichano está mais velho. Por isso, fique atento a mudanças no padrão alimentar, de sono, de xixi e muito mais.

2. Cuide da alimentação

alimentação é o segundo fator mais importante para se observar. Afinal, é por meio dela que o gatinho conseguirá os nutrientes necessários para uma vida saudável e feliz. Além disso, na terceira idade, o surgimento de algumas doenças crônicas se torna muito comum. Por isso, regular os alimentos oferecidos também é fundamental para a vida desses pets.

3. Adapte as brincadeiras

Durante a velhice, é comum que a energia seja bem reduzida e que alguns problemas de mobilidade apareçam. Respeite os limites de seu bichano e adapte as brincadeiras de modo a deixá-lo interessado. Estimular a mente e, claro, o físico dos gatos velhinhos é fundamental.

4. Ofereça uma boa mobilidade

A mobilidade dos idosos é comumente afetada, seja por problemas, como os que atingem os seres humanos (artrite, dores na coluna, problemas nas articulações em geral), seja por particularidades exclusivas dos felinos. Em todo caso, adaptar a casa (caminhas mais baixas, menos obstáculos para o gato etc.) é uma boa maneira de evitar a sobrecarga dessas estruturas.

5. Faça check-ups frequentes

Por fim, um dos cuidados mais importantes para gatos de todas as idades, incluindo os idosos, é a realização periódica de check-ups. Com tais exames, é possível prevenir uma série de doenças e identificar outras em seu início, oferecendo um tratamento muito melhor para o bichano e aumentando a sua longevidade.

Agora que você já sabe como cuidar de gatos idosos e conhece os principais pontos de atenção durante essa fase com os gatinhos, não perca tempo! Agende uma consulta o quanto antes com um veterinário de confiança para investigar como anda a saúde de seu grande amigo e fique sempre atento aos sinais que ele passa para você. Identificar possíveis problemas no início é sempre o melhor a ser feito!

Agora, para ficar por dentro de todas as novidades e conferir as nossas dicas de cuidados com os animais em primeiríssima mão, curta a nossa página no Facebook! Por lá, muitos petlovers interagem diariamente em busca de novas maneiras de cuidar de seus pets da forma adequada. Aguardamos a sua visita!

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here